domingo, 14 de agosto de 2016

Bolo de Noz da Avó

Sempre tive uma relação próxima e boa com os meus avós, de ambos os lados. Fui uma privilegiada e hoje reconheço isso, quando olho à minha volta.
As minhas avós sempre cozinharam, especialmente a minha avó J. que todos, mas mesmo todos lhe gabam os dotes na cozinha. Infelizmente, apesar de a minha Mãe também ser uma cozinheira de mão cheia, só muito tarde é que me comecei a interessar pela cozinha.
Aprendi muita coisa nas horas passadas na cozinha, em que apenas via, mas perdi a oportunidade de partilhar a cozinha com as minhas avós.
Hoje a avó J. já não cozinha, nem reconhece a neta mais nova e isso dói, dói muito. Por isso adoro quando chego a casa dos meus pais e vejo o pequeno A. na cozinha, na cadeirinha ali ao lado da minha Mãe, a vê-la cozinhar e a "falar" com ela. Vou fazer de tudo para que ele, não cometa alguns dos mesmos erros que a tia cometeu.

Há uns meses, num almoço em casa do V., a avó M. chegou no alto dos seus 90 anos, cheia de energia e com um bolo!
Um bolo de noz, que não consegui parar de comer de tão bom que era. Um bolo simples de fatia, sem cremes como eu gosto, que depois de três fatias parece que ainda há espaço para mais uma.
A receita nunca mais chegou e eu fui à procura de algo semelhante.

~





E sim, encontrei! É tão, mas tão bom, penso que só quem não goste de noz é que pode não gostar.
Não utilizei a Bimby a não ser para picar as nozes, esta é daquelas receitas mesmo de Avós!
Reduzi as quantidades para metade porque somos só 2, por isso deixo aqui como fiz.

Vão precisar

3 Ovos
125gr de Açúcar
50gr de Farinha
1/2 c. chá de Fermento
125gr de Nozes bem picadas
1 c.sopa de Vinho do Porto


Para fazer

Separamos as gemas das claras e batemos as últimas em castelo.
Batemos as gemas juntamente com o açúcar até obter um creme, juntando de seguida as nozes, o vinho do porto e a farinha.
Por último, envolvemos delicadamente as claras em castelo.
Colocamos a massa numa forma untada e polvilhada com farinha, e levamos ao forno a 180º, cerca de 30 minutos.


6 comentários:

  1. É um bolo fácil e com pouquíssimos ingredientes! E tem um aspeto tão bom! Não tenho grandes recordações de cozinhar com a minha avó. Quando passou a viver connosco era a minha mãe que cozinhava. Mas lembro-me muito bem de com ela fazer maionese e waffles. Ando com imenso desejo de waffles mas tenho resistido a fazer pois acho que nunca serão como as dela. A minha avó faleceu esta semana. Foi uma semana bastante triste. Mas sinto-me muito agradecida por ter tido a oportunidade de cozinhar para ela muitas vezes, quase sempre coisas boas como ela gostava. E também me sinto muito orgulhosa por ela ter tido a oportunidade de conhecer os meus 3 filhos. Vou levar a receita do teu bolo! Um brinde a todas as avós!

    ResponderEliminar
  2. Como compreendo, há aqueles sabores ou aromas que associamos sempre ás nossas avós e que por muito que tentemos, nunca mais vai ser igual. Um grande beijinho e muita força! Eu não sei o que é conviver com a sabedoria de uma bisavo, por isso considero os teus filhos, uns sortudos! :)
    Um brinde, e dos grandes!:)

    ResponderEliminar
  3. Eu adoro bolos de nozes, fazem sempre lembrar-me de ocasiões festivas, e esse sendo uma receita que se assemelha ao da tua avó ainda deve ser melhor do que aqueles que estou habituada a comer. :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Adoro bolos de nozes. Está fantástico!!! :)
    Bjinhos

    Bimby & Sabores da Vida

    ResponderEliminar
  5. adoro Bolo de nozes, vou levar a receita!

    ResponderEliminar
  6. Que delícia de bolinho! Tenho que experimentar! Obrigada!

    ResponderEliminar